Blogger Template by Blogcrowds.

Na semana em que vamos assistir ao início da Copa 2014 da FIFA no Brasil, eu queria relembrar um grupo de abnegados que tornou possível a existência do estádio Mineirão em Belo Horizonte, inaugurado em 1965 e totalmente reformado em 2012. O livro aí ao lado, escrito por meu irmão José Flávio Dias Vieira, em coautoria com seu amigo Afonso Celso Raso, e publicado em 1978, conta a verdadeira história da construção deste monumento ao esporte em Minas Gerais. O livro, esgotado, pode ser ainda encontrado em alguns sebos.
Segundo nos contam os autores, a idéia de se construir um estádio de futebol na Pampulha era antiga. Foi Jáder de Oliveira, recentemente falecido em Londres, o primeiro a noticiar isso, muito antes da concretização do projeto. Era ainda Governador de Minas Juscelino Kubitschek, que designou a primeira comissão para estudar o assunto. Mas coube ao Governador Bias Fortes sancionar a lei estadual que criava um estádio para Minas. José Flávio fez parte do primeiro Conselho de Administração do estádio, ainda por construir, do qual fazia parte o seu também grande amigo professor Sylvio Raso. Foi no Governo Magalhães Pinto, e graças ao esforço de muitos e à competência do engenheiro Gil César Moreira de Abreu, que o Mineirão seria, finalmente, inaugurado.
Possa mais uma vez brilhar na Copa do Mundo de 2014, às vésperas de comemorar o seu cinquentenário. (10 de junho de 2014)

Sobre o Mineirão na Copa de 2014 veja aqui

0 Comentários:

Fazer um Comentário



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial